10 mandamentos para encontrar o amor online

Hoje em dia, o mundo online coexiste, de forma natural, com o mundo real e, atualmente, conhecer alguém na Internet é tão normal como conhecer alguém no supermercado. Porém, para encontrar o amor online, e garantir um final feliz na vida real, é preciso ter alguma sensibilidade e muito bom senso…

  1. Se quer encontrar o amor online, o mais certo é inscrever-se num ou mais sites de dating online. Antes de o fazer, pesquise bem, peça referências e certifique-se que o site de relacionamento onde se vai inscrever ostenta um design clean e apelativo, uma navegação intuitiva, uma política de privacidade bem visível e que não esteja “coberto” de publicidade duvidosa (classificados, anúncios de caráter sexual…).
  2. Se quer encontrar alguém sincero e genuíno, também terá de o ser, por isso, componha um perfil realista: não utilize fotografias falsas (se não quer colocar uma fotografia, deixe o espaço em branco); não minta, nem exagere nas informações pessoais que escolhe colocar; nem nas suas expectativas quanto ao amor (relação séria, casual…). Quanto mais simples e honesto, melhor.
  3. Siga sempre o seu instinto – se algo não lhe parece bem, se a pessoa com quem tem vindo a conversar regularmente online o deixa pouco confortável ou com a sensação de que é “bom demais para ser verdade”, provavelmente é. No caso do amor online, mais vale prevenir do que remediar, por isso, coloque um ponto final antes de a “relação” chegar à fase seguinte.
  4. Se optou por não continuar a conhecer melhor alguém que possa ter conhecido num site de relacionamento e comunicou isso à pessoa, mas ela insiste em persegui-lo, bloqueie-a da sua rede de contactos ou contacte a administração do site e peça ajuda. Se alguém lhe disser que afinal você não é aquilo que procura num amor online, respeite a decisão e siga em frente.
  5. Evite “envolver-se” com muitas pessoas em simultâneo, pois, o que começou pela busca do amor online, pode acabar por tornar-se num jogo onde, invariavelmente, alguém se vai magoar.
  6. Até conhecer uma pessoa presencialmente, nunca divulgue dados pessoais como o seu nome completo, número de telefone, morada, onde trabalha, … terá tempo para isso mais tarde se a relação for avante. Se não for, ficará aliviado por não ter sido um “livro aberto” com alguém que nunca conheceu pessoalmente.
  7. Não faça da procura do amor online uma obsessão, fechando-se ao mundo real apenas para poder estar online à espera que alguém apareça no chat daquele site de relacionamento ou que responda à mensagem que colocou no seu Facebook. Manter uma vida social offline também é importante e, acima de tudo, saudável.
  8. Independentemente de pensar ter encontrado o amor no Facebook ou num site de relacionamento, não tenha pressa. Demore o seu tempo a conhecer essa pessoa virtualmente primeiro, depois podem até começar a trocar emails (para uma segurança extra, crie um email específico para isso) ou, se forem realmente corajosos, podem conversar via Skype antes de marcarem o primeiro encontro oficial.
  9. A genuinidade e a honestidade também devem pautar a fase de conhecimento e, quer estejam a conversar por mensagem privada ou no chat (com ou sem vídeo), seja fiel a si próprio. Se não houver aquele “clique”, é preferível descobrir isso nesta fase inicial do que mais tarde quando já se conheceram pessoalmente.
  10. O primeiro encontro com alguém que conheceu online (e por quem talvez se apaixonou!), deve ser sempre marcado num local público e com bastante movimento (caso de um restaurante ou shopping). Evite levar o seu carro, optando por chegar e regressar de transportes públicos ou táxi.

Boa sorte e que o amor esteja no ar!

Avaliação: